a Sobre o tempo que passa: Bom dia, Portugal! Crónica de uma noite anunciada, acordando com Janus.

Sobre o tempo que passa

Espremer, gota a gota, o escravo que mantemos escondido dentro de nós. Porque nós inventámos o Estado de Direito, para deixarmos de ter um dono, como dizia Plínio. Basta que não tenhamos medo, conforme o projecto de Étienne la Boétie: "n'ayez pas peur". Na "servitude volontaire" o grande ou pequeno tirano apenas têm o poder que se lhes dá...

12.3.11

Bom dia, Portugal! Crónica de uma noite anunciada, acordando com Janus.



Acto I
No fim da manhã do dia 11 de Março


1
Ministro planeia lançar mais um imposto sobre as reformas. E diz desconhecer mais buracos no queijo orçamental. A probabilidade de "default" (incumprimento da dívida soberana) da República Portuguesa abriu hoje em alta, na véspera da cimeira europeia. Antigamente, dizia-se bancarrota. E a culpa era do Medina Carreira.


2
Até o Bloco de Esquerda já usa imagens teológicas, contra o seu proclamado laicismo: "a política de austeridade, longe de ser a salvação, é uma autêntica descida aos infernos".


3
‎"Alguns pretenderam realizar uma interpretação abusiva ou distorcida das minhas palavras, pelo que sugiro a todos os cidadãos de boa fé que façam uma leitura integral do discurso". Por outras palavras, depois do discurso e dos comentadores que interpretam abusivamente e distorcidamente, além de termos de ir ao "site", somos obrigados a seguir a interpretação autêntica que o próprio vai dar no "facebook".


4
Nada de leituras livres da presidencial escritura, porque há abusivos e distorcivos. Só com "nihil obstat" e o "imprimatur" da leitura integral do direito circular das palavras do senhor...presidente é que nos podemos manifestar. Por esta e por outras é que eu só disse depois o que tinha dito antes. Mais nada. Ainda podiam dizer que eu era herético. E voltar a arder.


5
A técnica teológico-laica já embargou Miguel Relvas. Disse que só dirá o que tem a dizer das novas pecas, depois dos conselhos europeus de hoje. Em princípio não vai aplaudir para não ter que pedir desculpa. Porque assim até compreende a manifestação de amanhã, embora não vá participar. Porque amanhã é sábado. E hoje é apenas sexta-feira.


6
Também o ministro especialista em linguagem teológico-catolaica já entende esta mensagem presidencial facebookiana como importante na medida em que o o chefe de Estado parece pretender desautorizar quem qualificou o seu discurso como sendo de ruptura com o Governo. Amen.


7
Os senhores juros, respondendo ao anúncio do novo PEC e da cimeira europeia, acabam de passar a barreira dos 8%. Palavras para quê? São todos artistas portugueses...




Acto II
No começo da noite do dia 11


8
Herman Van Rompuy, pela via do Twitter, já determinou: “Chegámos a acordo sobre o pacto pelo euro”. Que saudades eu tenho da Europa, porque esta transferência de lealdades e expectativas para abstração suprapolítica não passa de mera suspensão de uma democracia já sem democracias.


9
Não tarda que se siga o paradigma da pátria de Herman Van Rompuy: suspendem-se todos os governos "sine die", não se informam os presidentes e transformam-se os parlamentos em claques de apoio a caixeiros-viajantes que visitem o vértice da hierarquia das potências e nos transformem em objectos de delegados de propaganda de uma qualquer receita de homens sem sono.


10
Posso não gostar de Cavaco Silva ou da Constituição, mas não admito que considerem esses instrumentos da representação nacional como inexistências no novo palco europeu, superáveis pelo elogio de Barroso e o aplauso de Merkel, criando-se factos consumados de um novo Ultimatum, onde um eventual presidencialismo de chanceler disfarce uma exógena ditadura das finanças.


11
Último telegrama dos cimeiros sem sono: os países da zona euro chegaram a um entendimento de princípio, mas ainda há divergências a superar... Isto é, tudo torce, com o peso do pacote e sobressalto cívico é apenas disfarce para quem tem medo de quebrar. Força, irmãos Celtas!


12
"Agreement in principle on the Pact for the Euro, but still discussing the other elements of the package." Basta seguir o "link". E notal mais esta: "We want to turn this Arab Spring into a true new beginning.". Eu preferia uma "European Spring" e um "new beginning" para o projecto europeu...


13
Não consta que o nosso Sócrates emita no Twitter. Deve ter telemóvel ligado para o Passos Coelho. Ele bem tentou o Palácio de Belém, mas a esta hora só na Rua do Possolo...


14
Se lá estivesse o Catroga, ainda poderíamos ter nova fotografia do "Blackberry"...


15
O Teixeira dos Santos está a meter cunha a Sarkozy para que a Carla Bruni substitua os Homens da Luta em Dusseldorf, mas com a letra e a música vencedoras do Festival da Canção. Era uma forma de diminuir o défice da RTP e com grande impacto no Compacto da Competitividade...


16
Os irlandeses continuam a exigir gaita de foles. Ameaçam com embargo de uísque...


17
O Luís Amado como não consegue ligar directamente para a tenda do Guterres, que está a jantar tâmaras com o Padre Milícias, mandou agora um SMS ao Professor Marcelo, como conselheiro de Estado, para ver se ele consegue que o Coelho, em vez dos trabalhistas adira ao PS pós-socrático...


18
Medina Carreira não aceita ser mediador do novo governo belga...


19
Consta que Cavaco vai emitir nova mensagem no Facebook... Foi contactado por Helmut Kohl que, por sua vez, recebeu apoio de Jacques Delors, tudo por causa dos novos estatutos da Federação Portuguesa de Futebol


20
O SIS desmente que Kadafi prepara uma aparição surpresa na manifestação de amanhã dos adeptos da candidatura de José Eugénio Dias Ferreira a favor da contratação de José Mourinho para director da Academia Alcochete. Manuela Ferreira vai ser a nova porta-voz da candidatura de Pedro Baltazar... Pedro Santana Lopes protesta.


21
Pedro Passos Coelho já mandou vir mais uma bifana do galego da esquina: "em princípio, sou pela sustentatibilidade, contra as pizzas, mas estou cá com uma fome!"


22
Cavaco Silva já ligou o IPAD. Fernando Lima acabou de lhe garantir que não está sob escuta. Carlos César já lhe mandou uma mensagem de solidariedade.


23
Jerónimo de Sousa encontrou-se com Bagão Félix no Tia Matilde. Prometeu interceder junto de Passos, para a concretização da moção de censura. Mas esqueceu-se do número de telemóvel de Ângelo Correia.


24
Manuel Alegre acabou de ser visto na Rua do Possolo. Apanhado por um jornalista da "Soberania de Àgueda", disse que andava apenas à procura da Taberna do Embuçado


25
Sócrates garantiu num SMS para D. José Policarpo que o Rompuy está a utilizar um Magalhães de última gama...


ACTO III
No começo da madrugada do dia 12


26
Nesta noite de todos os directos em virtual de redes, na véspera das redes se manifestarem, o Conselho de Segurança da ONU acaba de decretar que a própria guerra civil na Líbia passa a desenrolar-se na "net". Os "hacktivistas" de amanhã prometem "um virose, mãe de todos os vírus, para que o sobressalto não se confunda com a paz dos cemitérios"...


27
Estudos do Instituto italiano de Geofísica e Vulcanologia indicam que o sismo no Japão terá deslocado o eixo de rotação da Terra em cerca de dez centímetros. Portugal corre o risco de se afundar na fenda Merkel-Rompuy.


28
A combinação vencedora do Euromilhões é composta pelos números 17 - 19 - 24 - 37 - 46 e as estrelas 02 e 07. Consta que tal número foi registado na ilha do Corvo.


29
Pedro Passos Coelho, ou o ponto de não regresso. Esperemos que a política volte a comandar a economia. Nós inventámos a política para deixarmos de ter um dono. De "dominus", de "domus", isto é casa, "oikos" em grego. Só há política, ou espaço público, quando se sai da "oikos nomos" ou do doméstico. Só na política pode haver liberdade. Eu já estava farto de patrões, não gosto de ser escravo, prefiro ser cidadão.




30
Rompuy em anexo quase parece um candidato de agências de comunicação: "Another meeting, another world – from “no-fly-zone” to “Eurozone” from “provisional council” to “permanent mechanism”". Para ver o tal mecanismo permanente, continue a ler o nosso futuro em folha A4.


Acto IV
Ao acordar do dia 12, pela meia manhã


31
Dizem que hoje é o nosso Janus. O deus dos começos, que tinha duas faces, ora para comemorar a aliança entre os romanos e sabrinos, ora para marcar o tempo, passado e futuro. Tinha, aliás, um templo em Roma, mas que só estava aberto ao público em tempo de guerra.


32
Porque Janus é o guardião que abre e fecha as portas, vigiando as entradas e as saídas, porque olha para o exterior e para o interior, para a esquerda e para a direita, para cima e para baixo, dado que tanto está a favor como está contra.


33
Prefiro repetir Duverger, em "Janus, les Deux Faces de l’Occident", de 1972, e dizer que a política tem as duas faces. À democracia liberal sucedeu uma tecnodemocracia, fundada em vastas organizações, complexas e hierarquizadas, com uma nova oligarquia que depende mais do Estado que na anterior ordem assente na concorrência de pequenas unidades autónomas.


Relatos em directo do meu Facebook